Resenha: Professor Feelgood Leisa Rayven



Globo alt 
Leisa Rayven
🍎🍎🍎🍎🍎🍏
Sinopse: Romântico e atual, o guardado segundo livro da série de Mr. Romance (Masters of Love) traz o humor e os personagens envolventes característicos de Leisa Rayven. Asha Tate é uma ambiciosa assistente editorial. Romântica ao extremo, ela sonha com um amor que a leve às alturas. O homem ideal deve preencher todos os requisitos de sua longa lista – e talvez seja por isso que ela ainda não o tenha encontrado. Mas o romance fica em segundo plano quando o assunto é carreira, e tudo indica que ela está prestes a ser promovida. No entanto, para conseguir o cargo dos seus sonhos, ela deve achar um best-seller que balance o mercado editorial. Ela só não imagina que será balançada com ele. Em busca do próximo sucesso de vendas da editora Whiplash, Asha acaba entrando em contato com o Instagram do misterioso Professor Feelgood, que tem milhões de seguidores e um grande potencial de vendas. Mais do que apenas fotos sensuais de seu incrível corpo, o Professor posta poemas angustiados que atingem em cheio a sua alma. Mas o homem por trás da página acaba sendo bem diferente do que ela imaginava. Claro, seu corpo é lindo e seu rosto é de morrer, mas ele é intenso, arrogante e parece ter raiva do mundo todo – principalmente dela. Logo, o projeto dos sonhos de Asha parece ter tudo para se tornar um grande pesadelo. Para piorar, a atração que parece queimar entre ela e o Professor não ajuda em nada a manter sua cabeça no lugar. Dividida entre traumas do passado, sua carreira ascendente e sentimentos conflitantes, Asha terá que descobrir como publicar um sucesso editorial, resolver suas questões pessoais e, acima de tudo, lidar com o complexo professor.

Romance


Resenha sem spoilers


Leisa Rayven possui temperos mágicos que me fazem devorar uma história sua, são eles: humor, personagens bem desenvolvidos, dramas cotidianos e diálogos que me arrancam o fôlego. São simples e quando bem escritos podem transformar a relação do leitor com a história, eu não gostei muito do primeiro livro da série, Mr. Romance, achei o mocinho irreal demais e vocês podem conferir isso lá na resenha de Mr. Romance. 

Professor Feelgood é o segundo volume da série Masters of Love (Mestres do amor - tradução livre) e vem contar a história de Asha Tate e o Professor Feelgood. 

Asha Tate é assistente editorial na Whiplash, e para conseguir a promoção dos sonhos precisa encontrar o próximo best seller que vai figurar os jornais mais importantes do país e vai enlouquecer o universo literária, porém, com anos de carreira poucas pessoas na empresa conseguiram esse feito; O desafio está lançado para Asha, Devin e outros assistentes editoriais da empresa, o problema é, se o best seller não for encontrado, a editora se encontrará em grandes dificuldades. 
Se o lado profissional parece ruim, o sentimental não está diferente, Asha está namorando a distância, um rapaz que conheceu na França, porém, ele não balança seu mundo ou cumpre os requisitos de sua lista, na verdade, ele não cumpre todos. É por isso que seus relacionamentos nunca duram muito tempo. 

Como toda mortal, Asha, passa bastante tempo no instagram e é onde encontra o Professor Feelgood, um homem que possui um perfil em que está lotado de postagens com poemas, alguns de amor, sofrimento, dor e fúria e alguns mais ousados que fazem com que a nossa mocinha corar, e ficar morrendo de calor. 

Em uma das postagens Asha tem o insight, talvez, o Professor seja a salvação para a Whiplash, mas ela não poderia imaginar a aventura que séria encontrar o best seller de ouro. 

Um romance leve e engraçado, com pitadas de drama nos locais certos e cenas quentes na medida. Leisa, consegue dosar bem os elementos em suas histórias, não é repetitivo, cansativo ou enfadonha. A autora possui boas sacadas, não inventa cenários mirabolantes e dramas desnecessários, ao contrário, ela passa em sua narrativa situações de “a vida como ela é”. 

O romance é contado apenas pela perspectiva da Asha, eu senti falta da narração do Professor, acredito que poderia deixar algumas situações ainda mais verdadeiras e intensas para o leitor, mas não é um demérito ser apenas Asha, ok. Eu apenas gosto de narrativas alternadas. 

Os personagens que encontramos aqui são humanos, com erros, defeitos e tantas falhas que conseguimos nos reconhecer e ficar ainda mais próximo de cada um deles. Não vou mais falar sobre a história, pois posso acabar dando spoilers, mas uma dica é: Se ainda não leu nada dessa autora, você precisa rever esse status para ontem. 


Já leu? 
Gostou? Aguardo seu comentário para continuarmos esse papo depois, ok? 


0 comentários :

Postar um comentário

Deixe seu comentário! Ele me deixa muito feliz!