Resenha: Soul Rebel - Kimberly Mascarenhas


Kimberly Mascarenhas
Onde Comprar: Físico \ E-book
Editora: Leya
Classificação:🍎🍎🍎🍎
Sinopse: Reviravolta é o primeiro volume da série "Soul Rebel", grande fenômeno da internet. Cassidy, a protagonista desta história, é uma jovem tímida, mas muito forte e decidida. A certa altura, depois de alguns acontecimentos inesperados em sua vida, Caissy conhecerá Mason, um cara lindo e sexy, mas com fama de perigoso. E uma atração inevitável entre eles vira o combustível de uma paixão conturbada. Cheia de dúvidas e conflitos internos, ela decide se entregar à paixão e correr todos os riscos, sem saber que se relacionar com ele talvez signifique colocar a própria vida em jogo. Com muita emoção, desejo e ação, Reviravolta conquista o leitor de imediato e o deixa contando as horas para ler toda a trilogia.

= = = = =Resenha sem spoiler = = = =


É o primeiro livro da autora Kimberly Mascarenhas, inicialmente, Soul Rebel era fanfiction e foi um fenômeno na plataforma spirit, chegando a mais de 3 milhões de leituras.

E ele conta a história da personagem, Cassidy Anderson, que morou a vida inteira na populosa e movimentada Atlanta, passou anos estudando em um colégio de freiras, e agora aos 17 anos encontra sua vida completamente mudada. Ao lado de sua amiga Claire, Cassy cai na noite para dançar e extravasar, porém sempre com horário para voltar ao internato sem que as freiras percebam a fuga das duas. E em uma dessas saídas, Cassy se envolve em uma confusão com Drew  Decker.

Mason Decker, que nas ruas é Drew Decker, é um cara lindo, badboy, extremamente egocêntrico e que está acostumado a ter tudo, e principalmente qualquer mulher que quiser. Ele é cheio de segredos e mistérios. E que causa uma série de enigmas na cabeça das leitoras, aposto que você vai ficar curiosa para saber qual o segredo dele.

Era para ser apenas uma confusão e eles nunca mais se encontrarem na vida, mas o destino gosta de jogar com nossas vidas, como se fosse um grande tabuleiro de xadrez, e Cassy e Mason vão passar a conviver sob o mesmo teto, após a morte de sua mãe.

" Você devia ter medo de mim. Mas não tem. É a única pessoa do mundo que se entrega para mim dessa forma. Você é completamente louca.” 

E como em todo clichê eles se sentem fortemente atraídos um pelo outro. É possível sentir a tensão sexual no ar. Mas, porém e entretanto (risos) a autora consegue sair do clichê com uma série de acontecimentos marcantes, a narrativa é em primeira pessoa está rápida e dinâmica. Grande parte dos capítulos são narrados pela Cassidy, e alguns são pelo Mason, acredito que mais capítulos com a visão dela ia deixar a história mais rica. Eu li a fanfiction duas vezes, e ler o livro é ainda melhor, a autora conseguiu deixar Soul Rebel ainda mais rápido e empolgante.

"Você também se tornou o meu vício, (...). E era isso o que ninguém conseguia entender. Ele aplacava todo o vazio da minha alma. Mason tinha o poder de ser a cura para o mal. Era capaz de controlar as batidas do meu coração. Ele era tudo o que eu sempre quis.

A história é muito boa, e tem vários pontos diferentes de outros new adult´s, além do final que deixa qualquer um de cabelo em pé. Lembro a primeira vez que li, eu surtei, precisava da continuação, e para a sorte de vocês o segundo volume Soul Rebel - Retaliação, já está à venda.

Cassy tem apenas 17 anos, então é normal a personagem ser mais infantil em determinados assuntos e até chata em outros, eu relevei por conta da idade e a autora soube trabalhar o crescimento da personagem ao longo do romance. O Mason é extremamente impulsivo, eu gosto dele, tenho síndrome de amar um bad boy, não me julguem, mas eu quis bater nele em várias cenas. E como quis.
Kimberly escreveu um livro com personagens tão impulsivos e reais que consegui me sentir amiga da Claire, é uma das personagens mais divertidas do romance, ela consegue ter sacadas muito divertidas e rápidas. Eu amei a equipe do Mason, meu queridinho é o Brian, desde a época da fanfiction, mas Nate e Chris não ficam atrás.

O enredo é conduzido de forma bem rápida, quando você percebe já passou da metade. Por ser new adult ele possui cenas de sexo, sempre acho bom ressaltar, se você não gosta de ler cenas assim, e não quer tentar, Soul Rebel não é uma leitura indicada para você. Eu gostei bastante das cenas, estão sensuais e muito quentes. Kimberly escreveu cenas para deixar as leitoras com calor e em alguns momentos babando pelo mocinho.

Por último, Soul Rebel é indicado para leitoras de coração forte, porque ele acaba com um grande acontecimento e garanto que você vai ficar sem unha.



Até mais,

beijocas!

1 comentários :

  1. Confesso que também sou apaixonada por um badboy e pelo visto Decker deve ser um daqueles que a gente ama odiar, né? Eu não li a trama quando ela era fanfic mais só por sua resenha já me interessei. Acho que o que chamou mais minha atenção foi o fato de você dizer que a autora saiu do clichê com uma série de acontecimentos marcantes. Isso me soa como música e olhe que nem me importaria com a mocinha meio infantil.
    Enfim, boa resenha. Como sempre!

    Beijos

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! Ele me deixa muito feliz!