[Resenha] Sr. Daniels





Sr. Daniels
Autor: Brittainy C. Cherry
Editora Record
Lançamento 2015
Gênero: romance
Onde comprar: Saraiva
Sinopse:
Depois de perder a irmã gêmea para a leucemia, Ashlyn Jennings vê sua vida mudar completamente. Além de ter de aprender a conviver sem parte de si mesma, ela precisa se adaptar a uma nova rotina. Enviada pela mãe para a casa do pai, com quem mal conviveu até então, ela viaja de trem para Edgewood, Wisconsin, carregando poucos pertences, muitas lembranças e uma caixa misteriosa deixada pela irmã.

Na estação de trem Ashlyn conhece o músico Daniel, um rapaz lindo e gentil, e a atração é imediata. Os dois compartilham não só o amor pela música e por William Shakespeare mas também a dor provocada por perdas irreparáveis. Ao sentir-se esperançosa quanto a sua nova vida, Ashlyn começa o ano letivo na escola onde o pai é diretor. E não consegue acreditar quando descobre, no primeiro dia de aula, que Daniel, o belo músico de olhos azuis com quem já está completamente envolvida, é o Sr. Daniels, seu professor de inglês.

Desorientados, eles precisam manter seu amor em segredo, e são forçados a se ver como dois desconhecidos na escola. E, como se isso já não fosse difícil o bastante, eles ainda precisam tentar de todas as formas superar os antigos problemas e sobreviver a novos e inesperados conflitos.


=== Resenha ===

Oi meus amores,

Como estão?

Ando com algumas resenhas atrasadas e pretendo colocar em dia para que vocês possam conhecer um pouquinho do que andei lendo.
Sr. Daniels estava na minha lista há alguns meses e tive a oportunidade de ler depois que a editora entrou no programa Unlimited da Amazon. Todos já sabem que aderi e que eu me aproveito muito dos empréstimos de livros em e-book e, possivelmente, lerão muitas resenhas de livros de editoras que estão no Unlimited por aqui.
Eu só torço para que mais editoras percebam como Unlimited facilita a vida de quem ama ler em e-book e como o retorno financeiro é ótimo para as editoras e autores!

Enfim, vamos ao que achei do livro:

Sr. Daniels começa contando a trágica perda de Daniel, um jovem músico, estudante de literatura que era apaixonado por Sarah, amava sua mãe e as perdeu por intermédio da mesma pessoa, seu irmão Jace.
Não que Jace as tenha matado. Ele apenas criou situações que levaram à morte delas.
Jace se culpa. Daniel se culpa. Até o irmão da Sarah se culpa. Mas culpa não pode trazer ninguém de volta a vida. E por isso, Daniel continua seguindo a sua, sabendo que foi quem colocou o próprio irmão na cadeia e que mesmo após tantas mortes, incluindo a de seu pai no último ano, ele precisa seguir adiante. A vida não para, mesmo que desejemos isso.

Daniel toca em uma banda chamada Romeo’s Quest. E a escritora usa citações de suas músicas no início de todos os capítulos. Eu achei muito legal, pois não precisou apresentar músicas da banda durante os acontecimentos da trama, apesar de ter uma ou outra. A banda tem esse nome por um motivo, mas vou deixar que conheçam durante a leitura.
Em paralelo conhecemos Ashlyn Jennings, uma garota de dezenove anos que é enviada para morar com o pai em Edgewood após a morte de sua irmã gêmea Gabby. A escritora soube explorar bem a dor da perda. A raiva, a indignação, a solidão, o sofrimento constante. E mais, soube como nos apresentar a relação das irmãs de forma que não precisou levar o leitor ao passado com cenas de lembranças que, as vezes, atrasam a leitura. Gabby deixa um baú do tesouro para Ashlyn, cartas que ela só poderá abrir e ler quando cumprir um dos itens a se fazer antes de morrer que a própria Gabby criou. A gêmea falecida demonstra, através destas cartas, o quanto gostaria de não ter morrido e de estar presente na vida de Ashlyn o tempo todo, e comprova também o quanto uma conhecia bem a outra.
Um dos primeiros passos é se apaixonar. O segundo, perdoar o pai que sempre foi ausente. E por mais que sejam os primeiros itens sugeridos por Gabby parecem ser os mais complicados para Ash.
Durante o percurso para a cidade de seu pai, Ashlyn conhece Daniel e acaba sendo convidada para assistir a sua banda tocar. A noite em que ela o vê tocando contém uma das cenas mais tocantes do livro. Eu chorei no ônibus, não tenho vergonha de admitir. A compreensão que ele tem da morte mesmo sem conhecer o passado de Ashlyn é linda e dolorosa e nos faz sentir a dor com eles.
O problema é que o romance tem tudo para dar certo, até que eles descobrem que ela estuda no mesmo colégio em que ele dá aula. E o pior, o vice-diretor é o pai da Ashlyn!

Todos sabem que me apaixonei pela escrita da Colleen Hoover então acabei procurando todos os livros dela para ler, dentre eles está Métrica. Até certo ponto de Sr. Daniels eu me senti na mesma trama de Métrica, mesmo a autora possuindo outra forma de narrar e detalhes tão diferentes. A premissa, o grosso da premissa: aluna x professor x perda x mortes é muito parecida. Mas, Brittainy conseguiu me conquistar pela profundidade dos sentimentos.
Terminei o livro com uma sensação dolorosa no peito, mas também leve. O livro contém tantas perdas e tanta dor que é difícil finalizar sem a sensação de dormência que a perda nos deixa depois de um tempo. É um livro lindo, um romance arrebatador e, diferente de Métrica, Daniel não se prende ao fato de ser professor como um obstáculo para o romance, disso eu gostei muito no livro, pois seria muito clichê. Gosto quando o autor inova.
O crescimento dos personagens acontece por conta própria e sem auxilio externo e foi bem legal a forma como a autora mostrou isso, através de cada personagem, de sua percepção do outro.
O final foi rápido, e me conquistou bastante. Queria que a autora escrevesse um livro com os personagens secundários, pois roubaram a cena também.
Uma das mortes que mais me atingiu foi de um desses personagens e, se não tivesse morrido, eu com certeza pediria um livro do romance desse personagem, seria um livro divertido e doloroso ao mesmo tempo, com certeza.
Enfim, eu amei Sr. Daniels! E se você não tem problemas em chorar no ônibus, com certeza deve ler.

Aaaa e no final a autora agradece a brasileiros! Achei isso tão legal que já virei fã!

Beijão,

10 comentários :

  1. Eu também virei fã da autora por vários motivos, sem contar que não tem como não favoritar essa história linda. Inclusive estou RElendo ele no momento e estou me apaixonando ainda mais pelo Sr. Daniels, por Ashlyn e demais personagens. Fico muito feliz que você também tenha curtido essa leitura e se emocionado tanto quanto eu.
    Beijos, Fer

    ResponderExcluir
  2. OI
    Eu não gostei muito do livro... Achei meio mais do mesmo, não sei. Só gostei mesmo das cartas da Gabby, foi mais isso que me prendeu ao livro do que todo o resto que pra mim era mais mais do mesmo!!
    Mas, que bom que você amou o livro, pela resenha dá pra ver muito bem isso!!
    Beijos

    LuMartinho | Face

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mais do mesmo o que? Não entendi. Mais do mesmo...

      Excluir
  3. Olá! Eu amei muito a sua resenha. A estória me lembrou um pouco aquele romance da série Pretty Little Liers, só que com um tema mais dramático. Eu estou precisando de um livro que me faça chorar, vou procurar ele agora para comprar :D
    Parabéns pela resenha!

    Luz e literatura!

    https://cantaremverso.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Mari, tudo bem?
    Eu fiquei bem curiosa com o livro, apesar de sempre achar que era ruim e que eu não queria ler. Mas depois que eu li a sua resenha e conheci o livro, fiquei muito curiosa para ler e saber como a história termina e como os dois vão lidar com toda essa história. Parabéns pela resenha!
    Beijos,
    Delírios Literários da Snow

    ResponderExcluir
  5. Gosto muito quando a autora vai levando os personagens a um crescimento, desenvolvimento pessoal. Isso os torna ainda mais reais na minha mente... Eles vão aprendendo com os erros e tal.

    Ainda não li nada dessa autora. Conheço as obras dela por alto, por ler resenhas, mas não cheguei a ler o livro em si. Vai para a lista de leituras futuras.

    ResponderExcluir
  6. Oiii, tudo bem????
    Gostei bastante da sua resenha =D
    Não é um livro que eu leria no momento, pois estou meio que dando um tempo nos romances :P Mas que bom que você curtiu tanto assim a leitura :)
    E que bom que apesar de uma proposta já conhecida (professorXalunoXmortes...) a autora soube inovar. Isso é sempre muito bacana. E a capa é linda =D
    Ainda não estou usando o kindle unlimited, pois já estou com muitos e-books no kindle, heheh, mas coloquei meus livros disponíveis desta forma :)
    Beijooos
    http://profissao-escritor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Ooi
    O livro chamou minha atenção, parece bem interessante.
    Amo livros onde mostra bem o a evolução dos personagens durando o decorrer da história, é sempre muito incentivador.
    Nome anotado!

    Beijoos!
    www.estantemineira.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Mari!

    Ah não, pra mim criar situações para as moças morrerem é a mesma coisa de ter matado, sinceramente. Se eu tivesse no lugar do Jace claramente também me sentiria culpada. São raros os autores que conseguem descrever direito a dor da perda, só quem perdeu alguém sabe como é, né? Gosto disso, da pessoa conseguir escrever sobre isso. Gostei de o fato de Daniel não achar que sua profissão é empecilho para o romance, convenhamos que hoje em dia esse tipo de coisa acontece bastante e é normal. Às vezes a gente encontra o amor em qualquer lugar, né?

    Beijo!
    http://www.roendolivros.com/

    ResponderExcluir
  9. Mas gente que história intrigante, adoreeiii! Acho que nunca me interessei por esse livro por ter a mulher na capa (não gosto muito de capas assim) mas agora tô interessado, a escrita da autora parece ser bem legal e adorei a premissa da história. Vou procurar aqui...

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! Ele me deixa muito feliz!