[Resenha] O sol também é uma estrela


O SOL TAMBÉM É UMA ESTRELA
Autor: Nicola Yoon
Editora: Arqueiro
Onde Comprar: AmazonSaraiva

Sinopse: Natasha: Sou uma garota que acredita na ciência e nos fatos. Não acredito na sorte. Nem no destino. Muito menos em sonhos que nunca se tornarão realidade. Não sou o tipo de garota que se apaixona perdidamente por um garoto bonito que encontra numa rua movimentada de Nova York. Não quando minha família está a 12 horas de ser deportada para a Jamaica. Apaixonar-me por ele não pode ser a minha história. 
Daniel: Sou um bom filho e um bom aluno. Sempre estive à altura das grandes expectativas dos meus pais. Nunca me permiti ser o poeta. Nem o sonhador. Mas, quando a vi, esqueci de tudo isso. Há alguma coisa em Natasha que me faz pensar que o destino tem algo extraordinário reservado para nós dois. 
O Universo: Cada momento de nossas vidas nos trouxe a este instante único. Há um milhão de futuros diante de nós. Qual deles se tornará realidade?

= = = Resenha = = =



“Fato observável: não acredito em magia.
Fato observável: nós somos magia.”
Oi genteee! Tudo bom?

O sol também é uma estrela é lançamento da Editora Arqueiro deste primeiro semestre. Este é o segundo livro da autora Nicola Yoon. Seu primeiro romance, TUDO E TODAS AS COISAS, é um best-seller e sua adaptação chega no final de junho nas telonas, para alegria dos fãs.

Seu primeiro livro teve resenha escrita pela Ana aqui no blog. Diferentemente dela, eu não gostei em nada do livro. E quando peguei O SOL (fica mais fácil *.*) para ler, já fui com aquele preconceitozinho bem básico. Mas, desta vez, a Nicola roubou meu coração todo só pra ela.


O sol também é uma estrela se passa no dia mais importante da vida de nossos protagonistas, Natasha e Daniel. E é  24 horas mesmo! As pouco mais de 250 páginas do livro, se passam nesse pequeno (ou seria grande?) intervalo de tempo. E ele só não é enrolado e chato porquê, tem o brilhante toque de humor e a incrível habilidade de criar diálogos da Nicola.

Para quem não conhece, vamos à história.

O dia mais importante da vida de Natasha é na verdade seu último nos EUA. Natasha e sua família vivem de forma ilegal nos EUA, um plano temporário até que o pai conseguisse um trabalho de ator. Acontece que os planos do patriarca da família não dão muito certo e viver de sonho, não põe comida à mesa; e o que era temporário se torna permanente até que um acidente os denuncia para o Controle de Imigração Americana e o sonho americano é definitivamente interrompido.

“ A vida é mais longa ainda se você a passa perseguindo sonhos que nunca, jamais, vão se realizar. ”

Natasha é uma garota bem 8 ou 80. Na sua vida, tudo é matematicamente explicado; me identifiquei muito com ela nesta parte e, ao meu ver, viver uma vida inteira vendo os resultados de sonhos a fez assim, mais centrada e até calculista.  

“-Canções de amor. Poesia. A instituição do casamento?
- Por favor. São palavras no papel. Dá para usar o método cientifico nele? Você pode observar, medir, fazer experiências com ele e repetir as experiências? Não pode. ”

Já para Daniel, seu grande dia é na verdade, o seu pior pesadelo. Filho mais novo de imigrantes (legais) coreanos, ele está destinado a ser um grande, importante e bem-sucedido médico. Só que ele não quer ser médico nem o cara perfeito que os pais almejam.


É numa Times Square lotada de anúncios para instigar cada um dos 7 pecados capitais que, Daniel pede a Deus um sinal para indicar um caminho aonde ir e o que fazer. Como resultado, o Universo lhe envia a frase “DEUZ EX MAQUINA” grafada na camiseta de uma garota negra, usando fones de ouvido cor de rosa, dançando de forma contida no meio da rua. (Mais óbvio do que “siga o coelho azul", não?)

“Hoje à tarde minha vida vai entrar num trem destinado à estação Doutor Daniel Jae Ho Bae, mas até lá o dia é meu. Vou fazer o que o mundo mandar. ”

O livro é viciante! Não há outra forma de descrevê-lo. Os capítulos curtos e cheios de ação, emoção e uma linguagem simples fazem a leitura voar.

É uma ótima dica para novos e “velhos” leitores que procuram uma leitura prazerosa e divertida.

A edição da Arqueiro está impecável e a capa é uma obra de arte à parte.


Fico por aqui

Boa leitura

Post válido para o TOP COMENTARISTA do mês de MAIO/2017


Beijosss





14 comentários :

  1. Oi Tays, tudo bem?
    Além de ter essa capa linda, que quotes maravilhosos são esses? *-*
    Li Tudo e todas as coisas faz um tempo e lembro que adorei. Vi muita gente falando que O Sol é bom demais!! Estou ansiosa pra ler!
    Acho que também vou amar esse... só arranjar tempo pra ler kkk
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Tays!!!
    Esse livro está na minha listinha de desejados, não conheço a escrita da autora ainda mas depois de todo sucesso de Tudo e todas as coisas eu estou realmente interessada em conferir os dois.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi Thays.
    Eu concordo com você Olívia é realmente viciante eu adorei a premissa os personagens o cenário Enfim tudo a única coisa que me incomodou um pouco foi o amor instantâneo deles mas isso é um fato a relevar levando em conta os assuntos em profundos que a autora falou no livro Como preconceito e tudo mais.
    Simplesmente amei.
    Bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tinha dado uma pequena bugada aqui! NO LIVRO é realmente tudo muito instantâneo. Mas, gostei dessa sacada do Universo! De como algo que não acreditamos ser possível pode ser possível! Sem contar as lições que você mencionou! Risquei uma página inteira com os dizeres: MELHOR PÁGINA DA VIDA! Depois mostro fotos!

      Excluir
  4. Oi, Tays!!
    Gostei muito da resenha do livro!! Estou louca para ler essa história e achei bem bacana que todo o enredo do livro se passa em 24 horas!! Espero ansiosa para finalmente descobrir mais sobre esses personagens!!
    Bjoss

    ResponderExcluir
  5. Por se passar em apenas 24 horas achei que o livro se tornaria enrolado, mas pelo visto não é isso, vou colocar na minha lista e assim que tiver a oportunidade lerei. Amei a capa e a edição parece perfeita.

    ResponderExcluir
  6. Olá Tays!!
    Adorei sua resenha, eu tenho esse livro na minha listinha já, qro tentar ler em breve, o enredo tá lindo!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Olá, gostei muito do livro de estréia da autora e estou ávido por mais. Adoro tramas que se passam em um único dia, as coisas ficam muito eletrizantes. Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oi Tays,
    Li diversos elogios sobre esse livro. Muito legal que apesar de ser em um único dia o livro não é massante. Pelo visto este encontro ao acaso mudará a vida dos dois.
    beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi, Tays!
    Não cheguei a ler o primeiro livro da autora, ainda que tenha tido sim algum interesse em ler principalmente para ver a adaptação depois, mas com esse segundo saindo recentemente, sinto que vou gostar bem mais desse do que do anterior! Parece ser um amorzinho de leitura, e já me vejo simpatizando com os personagens só pela forma como são descritos nas resenhas que já li até agora. Tentando baixar as expectativas apenas por precaução até fazer a leitura, mas espero gostar tanto quanto você!
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥
    ♥ DandoUmadeEscritora.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
  10. Oi!
    Estou vendo muitos comentários positivos sobre esse livro, ainda não li nada da Nicola Yoon, mas estou curiosa para conhecer sua escrita, essa parece ser uma leitura envolvente e o tipo de livro que acaba nos conquistando e adorei o tema que a autora trabalha, se tiver oportunidade quero ler !!

    ResponderExcluir
  11. Oiee!
    A editora fez uma super divulgação desse livro, em todo lugar eu o via, e pensava: se for tão bom quanto a divulgação já quero.
    E olha só, ele é rsrs. Não li o livro anterior da autora, mas foi mais por falta de oportunidade mesmo, esse não quero fazer a mesma desfeita, vou adquirir com certeza, me interesso muito por livros com personagens "fora do padrão", coisa que esse tem. A capa tá linda! Quero pra ontem *-*
    Bjs!

    ResponderExcluir
  12. Tays!
    Imagino a dinâmica do livro, pois tudo se passa em apenas um dia.
    O que achei mais interessante, embora você não tenha comentado aqui, é que a autora baseou o livro em ssua própria história, pois ela é jamaicana e o marido coreano, deve ser lindo o livro.
    “A solidão é a mãe da sabedoria.” (Laurence Sterne)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! Ele me deixa muito feliz!