[Resenha] O refúgio do Marquês






O refúgio do Marquês
Autor: Lucy Vargas
Gênero: romance de época
Editora Charme
Nota: 4/5
Sinopse:
“Agora você é meu refúgio e, com certeza, o mais belo".
Henrik e Caroline não poderiam ser mais diferentes.
Ele, o Marquês de Bridington, é um homem selvagem e inapropriado, que vive há anos no campo, fugindo dos fantasmas do seu passado obscuro e repleto de segredos.
Ela, Caroline Mooren, a Baronesa de Clarington, é uma jovem destemida, com um passado doloroso, que recebe a missão de reformar a mansão e talvez o marquês, ao menos é o que a marquesa viúva espera.
Ele é um caso perdido. Ela é uma mulher com um futuro incerto. Mas juntos, eles se completam e acendem a chama da paixão, que ambos acreditavam estar completamente extinguida, trazendo à tona segredos e temores que ambos escondem.
Se reerguer sob o peso do passado será uma batalha que ultrapassará os limites do refúgio que o marquês pensa ter construído, mas será que o amor é capaz de ultrapassar tantas barreiras e vencer, ou eles perderão tudo outra vez?


Onde comprar: Saraiva (R$ 19,90)


=== Resenha ===





Oiii meus amores!!


É com grande alegria que venho compartilhar as minhas impressões sobre a leitura de “O refúgio do Marquês”.

Confesso que na primeira vez que vi algo sobre esse livro, eu torci o nariz. Vi a capa, a sinopse e logo questionei o titulado do Marquês de Bridington já que uma das minhas famílias favoritas são os Bridgerton da queria Julia Quinn. Fiquei doida da vida achando que tinham copiado o sobrenome, até que descobri que não, era apenas coincidência. Então Lucy, me desculpe ter julgado primeiro!

Bem, na bienal eu fiquei enlouquecida para ter o livro. No estande da editora eu soube o dia que a Lucy estaria autografando e consegui ir pegar meu livro e o autógrafo. Achei a Lucy meio séria, mas mesmo assim, deixei a Bienal com uma sensação maravilhosa!

Os elogios sobre a escrita da Lucy que me fizeram dar uma chance ao livro e demorei a ler porque eu leio mais rápido em e-book e eu tinha o livro físico... mas... MMMMMASSSSSS... descobri o Unlimited da Amazon! E, céus, que paraíso é esse?! Já li quatro livros pelo Unlimited e o primeiro foi este, claro!


Sem mais delongas, conheçam o Marquês... ops, a história.


Henrik é um homem atormentado pelo passado e isso se reflete diretamente na propriedade do marquesado onde ele reside. A casa está um nojo só. Mato para todos os lados, paredes desgastadas, móveis empoeirados e empregados desmotivados e preguiçosos. Ninguém comanda a casa, estão todos completamente abandonados. Nem mesmo uma refeição é posta à mesa, ele se alimenta indo na cozinha, que ultraje! Haha.

A Marquesa está inválida desde que perdeu o filho há alguns anos (eu achei que ela estivesse fingindo! #ProntoFalei). É uma mulher amarga, vingativa, perturbada e eu acredito que louca. Louca de pedra. Psicopata talvez.

Quando ela se casou com Henrik ele mantinha uma atriz como sua amante, mas o romance se desfez assim que ele se comprometeu em matrimônio. No entanto, Roseane jamais esqueceu esse fato e nunca confiou que o marido era fiel. O único objetivo da Marquesa era dar um herdeiro ao marquesado e, depois que o filho homem morreu, ela ficou ainda mais megera e maluca, afrontando o marido, acusando-o com mentiras, perturbando a paz de todos os moradores daquela casa.

A Marquesa viúva, lady Hilde, mãe do Henrik, decide interferir, pois teme que o filho definhe até não haver forma de reerguê-lo e, apesar da esposa dele ainda estar viva, inicia uma campanha nada discreta, para arranjar uma nova esposa para ele, pois tem absoluta fé que a atual irá morrer em breve (também fiquei torcendo, que feio!).

Hilde é divertida e uma senhora danada. Ela contrata a viúva Caroline Mooren, a Baronesa de Clarington, para colocar a casa de seu filho em ordem, reformar e o fazer voltar a ter os modos de um Marquês. Apesar de achar a proposta louca, a única opção da baronesa é aceitar.

Caroline também tem um passado conturbado. Ela se casou contra sua vontade, depois que o Barão falecido a comprometeu. O casamento foi horrível e, para a sorte dela, ele morreu jovem e sem deixar filhos. O novo barão era tão horrendo quanto o primeiro e ela se viu obrigada a se mudar para ter alguma paz.

Essa paz é colocada em prova quando vai para a casa do Marquês. Tudo ali é estranho, abandonado e ela não entende o motivo de um homem tão lindo e com uma filha tão especial, deixar suas responsabilidades e a sociedade de lado.

Caroline é tão danada quanto a Marquesa viúva e logo percebemos porque foi escolhida para a tarefa. Ela é tão teimosa e firme quanto a Hilde, única pessoa capaz de colocar algum juízo na cabeça de Henrik.

Apesar de tudo parecer correr para um fim esperado, temos um acontecimento sinistro no meio da trama. Alguém empurra a nova preceptora de Ligia da escada e ninguém sabe se o culpado veio de fora ou vive entre eles. Começamos a temer pela vida de Caroline, Henrik e da própria Ligia, filha do Marquês.


Gente, a história não é focada no erótico como eu imaginei ao ler o título. E é muito bem desenvolvida. A narrativa mistura o personagem-narrador em alguns momentos, confundindo o leitor quanto a quem está contando a história, mas é uma narrativa comum até demais em livros desse gênero, então eu me encontrei na história rapidamente.

A Lucy se preocupou em ambientar o leitor antes de jogar o romance na trama. Conhecemos a Caroline e seus problemas e nos envolvemos com a sua personalidade logo nas primeiras páginas. Hilde também conquista fácil com sua teimosia e respostas irônicas. E o Marquês arranca suspiros de imediato.

Ele é diferente dos nobres que conhecemos nesse gênero. Não está preocupado em se manter asseado ou de acordo com o que seu título impõe. Ele é queimado demais porque vive debaixo do sol. Ele se esquece de fechar o colarinho ou de usar lenços para esconder a nudez do tronco e pescoço. Vive com os sapatos sujos ou com a barba por fazer. O cabelo está longo demais para a época e é irresistível mesmo assim.

A Caroline, por ser pobre, usa vestidos fora de moda, mas faz o possível para estar sempre apresentável. São dois extremos que, com certeza, desejamos que se atraiam.

Fiquei o livro todo pensando em que momento a Roseane iria morrer, porque, é meio obvio que isso precisa acontecer para ele ficar com a Caroline no final (eu torço por eles!! Shiuu). Mas, mesmo esperando este desfecho – não vou contar se isso aconteceu ou não – o desenvolvimento do romance, dos obstáculos e das atitudes da Roseane foram bem inseridos e me deixaram bastante apreensiva enquanto lia.

Adorei a forma que a autora desenvolveu os traumas individuais de cada protagonista e os ajudou a amadurecer durante a história.

Eu acredito que todos deveriam ler e, depois de ler, divulgar para todos os seus amigos.


O Unlimited da Amazon salva vidas! Vá ao site e garanta seu primeiro mês gratuito!! Para quem não sabe, ler pelo Unlimited ajuda MUITO o autor nacional, porque é a forma que ele recebe mais direito autoral (achei legal contar, porque a maioria pensa que alugar o livro prejudica o autor). Quanto mais páginas lemos, mais o autor ganha! Então... está esperando o que para acessar a Amazon? (link na sinopse) :P


Espero que tenham gostado da resenha e que leiammmmm o livro.


Parabéns a Lucy pela história!


Beijocas, Mari Scotti


Postagem válida no TOP comentarista deste mês



36 comentários :

  1. Oi Mari!
    Eu tenho o ebook deste livro também e como agora sou parceira da autora, com certeza irei lê-lo para comentar no blog, tenho certeza de que vou amar pois, amo romances de época e esta capa é perfeita demais. Estou curiosa para conhecer este nobre rustico, hehe.

    Beijo, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, boa leitura! Depois comenta comigo o que achou *-*

      Excluir
  2. Oi Mari, tudo bem?
    Acredita que nunca tinha reparado na semelhança dos nomes? Rsrsrs. Mas ainda bem que não houve cópia do sobrenome, porque também amo Julia Quinn.
    O refúgio do Marquês já tá na minha lista de leitura faz tempo, onde adoro um bom romance de época e bom saber que a história foi bem desenvolvida.
    Mari, já tinha visto sobre o Unlimited e não sabia que era tão bom, mas vou dar uma olhada sim.
    Ótima resenha e espero ler esse livro em breve.

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou viciada em Julia quinn, então foi a primeira coisa que prestei atenção, o sobrenome AUHAUH, mas fiquei feliz de ter lido mesmo assim.
      Espero que vc leia logo e se aproveite muito do unlimited.
      Bjs, Mari

      Excluir
  3. Mari, conheço a Lucy da época das fanfics e fiquei tão triste quando ela deixou de escrever no próprio site para se lançar como autora. Mas dias atrás descobri que algumas das histórias que eu lia na época viraram livros e agora estou doida caçando os livros dela. O Refugio do Marques é uma das que eu NÃO conhecia, mas fiquei bastante interessada, já estou até torcendo pela morte da megera e orando pro casal ter um final feliz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente os leitores de fanfic dificilmente pensam no escritor quando ele decide levar o "dom" mais a sério. Passei por isso também, leitores revoltados, que me denegriram (tenho certeza que vc não faz parte da turminha dos que se revoltam kkk) e eu perdi muitos leitores quando os livros saíram. Aos poucos eles começaram a entender, como você, que escrever fanfic nos faz desejar algo mais.
      Fico feliz que vc vai ler os livros dela *_*
      Beijão, Mari

      Excluir
  4. Oii Mari (minha chara rsrs) bom quando notei o nome do livro antes de ler a resenha pensei na mesma coisa que vc e copia da Julia, mas apos ler a resenha percebi que as historias sao bens distintas, como amo os livros da Julia vou colocar "O refúgio do Marquês" na minha próxima lista de compra.
    Eu sou enquantada por paixoes de niveis sociais diferentes e amei o fato de o Marques ser desleixado sendo rico e Caroline ser pobre e elegante.
    Obriagado pela otima resenha..
    Beijinhos da MARI <3
    http://ladymarisilva.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que mais me conquistou nessa história foi o Marquês desleixado, tenho certeza que vc vai adorar xará! haha.
      Bjjjs, Mari

      Excluir
  5. Oi, Mari
    Comecei a ler sua resenha e, quando me deparei com o nome "Bridington", logo pensei também: ué, eu já vi isso em algum lugar kkkk
    Mas, enfim. Não sou fã de romances de época, mas sei quem pode gostar desse livro. Vou indicá-lo para uma amiga minha.
    E fico feliz que o foco da autora tenha recaído em outra coisa sem ser o erótico. Nada contra, mas é bom quando a história toda é bem desenvolvida.

    Beijo,
    João Victor - De cabeça para baixo | All pop stuff

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Indica sim João! Tenho certeza que sua amiga vai amar. Obrigada pelo comentário *-* bjs

      Excluir
  6. O sobrenome faz lembrar da outra autora mesmo. :p
    A casa de perna pro ar, ele sem se preocupar com a aparência... ele se limpa pelo menos? UHASUHA
    Tenho a impressão de que eu ia gostar muito da Hilde e da Caroline, elas me parecem ser personagens divertidas de acompanhar.
    Fiquei interessada na história e gostaria de ler Mari.

    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ele se banha no rio, o que é um ultraje para um nobre da época AUAHAUAHUAH, mas é limpinho AUAHAUH

      Excluir
  7. Olá, Mari.
    Eu li um livro da autora e gostei bastante. Esse eu me interessei logo de incio pela capa. Amo capa com vestidos. Agora lendo sua resenha e vendo do que se trata, achei interessante. Que situação essa, a mulher ainda estar lá viva hehe. Eu queria muito ter cartão essas horas para poder usar essa vantagem legal da Amazon, mas não tenho snif.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu estou curiosa com os outros livros dela, pena que não estão no unlimited. Qual vc leu?
      Bjs, Mari

      Excluir
  8. Eu adoro este gênero de livro. Amo, AMO mesmo, livros de época. Tão é que já li quase todos os livros da Júlia Quinn. E provavelmente com este livro não será diferente.Vou comprar :DDDD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aline lê esse e o meu também HAHA.
      Bjsssss, boa leitura.

      Excluir
  9. Nossa, faz tempo que não leio nada desse gênero!! COnfesso que estou curiosíssima para ler Julia Quinn (até baixei no meu kindle) e espero ler em breve!! Adorei a dica que deu e vou baixar também para deixar para as próximas leituras!

    Espero que eu tenha uma grata surpresa assim como a que você nos proporcionou na sua resenha!

    Um bj
    Keyla Vilela - http://blogleituraterapia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Aproveita e ler Julia, Lucy e Mari Scotti na sequência AUHAUAH. Boa leitura Keyla!

      Excluir
  10. Não pensei que fosse me interessar pelo livro, mas sua resenha me deixou muito curiosa. No momento não estou podendo ler, mas com certeza vai pra minha lista de desejados.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  11. Mari!
    A questão do sobrenome realmente chama a atenção e ainda bem que não tem nada haver com a série.
    Gosto de romances de épocas, carregados de dramas e conflitos e gostei muito da forma como resenhou porque assim, sabemos um pouco do que poderemos encontrar.
    “Na juventude deve-se acumular o saber. Na velhice fazer uso dele.” (Jean-Jacques Rousseau)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    Top Comentarista fevereiro, 4 livros e 3 ganhadores, participe!

    ResponderExcluir
  12. Oi!
    Adoro romances de época, e fiz parceria com a Lucy recentemente, e não vejo a hora de começar a ler esse também.
    Achei um máximo você falar que depois de ler quer indicar pra todo mundo, me deixou ainda mais animada a solicitar esse

    www.gordinhaassumida.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não soube que ela abriu parceria ou teria tentado também haha. Parabéns! Boa leitura. Beijão, Mari

      Excluir
  13. Oie, Mari! Esse livro ta na minha lista faz tempo, mas não posso comprar agora. O que é uma tortura terrível, pois estou louca para saber como se da a história, afinal ela tem tantos segredos... ou pelo menos, parece ter kkk
    Beijinhos!
    Anna - Letras & Versos

    ResponderExcluir
  14. Oh!
    Que resenha maravilhosa...
    Faz tempo que quero ler esse livro, acredita que ganhei ele hoje em um sorteio, sim nem eu mesmo acredito, não vejo a hora de chegar para que possa ler, amo o tema, o drama e tudo mais, essa com certeza será uma leitura muito es parada por mim.

    ResponderExcluir
  15. Oi!
    Vi esse livro da Lucy e fiquei interessada e lendo a resenha quero muito ler esse livro, gosto dos romances de época e esse historia me chamou atenção, gostei dos personagens e se tiver oportunidade quero ler !!

    ResponderExcluir
  16. Como você, devo admitir, não fiquei muito lá essas coisas com a capa, sabe. Mas pela sua resenha fiquei com muita vontade ler, me rachei de rir quando disse que a viúva era danada hahaha, adorei! Também não sou muito fã de romances de época, mas esse me deu a impressão de que era mais descontraído e um pouco menos formal, realmente vou procurar ler!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir
  17. Eu souuuu apaixonadaa pela escrita da Lucy Vargas devido a Trilogia Ward e tenho ela já na minha estante *--*

    Fiquei muito feliz quando eu soube que ela iria lançar um histórico,pois vejo tãooo poucas autoras nacionais investindo nos históricos românticos :/
    Hahahaha,ameiii a sua resenha,agora estou com mais vontade ainda de ler rs kkkkk coitado,pensam que o marquês vai morrer por isso querem arrumar uma esposa para ele??! Que situação einh kkk acho que esse livro vai ser bem divertido. Adoroo
    E outra,me identifiquei quando você diz que lê mais rápido ebook,eu também sou assim,me dá uma preguiçaaa de livro físico,masss eu amo ter os físicos na minha estante!!

    E ah,sério que você achou a Lucy meio séria??!! Ela me parece ser tãoo animada,já conversei com ela por rede social...Mas enfim,por rede social é diferente e também ás vezes é só impressão rs
    Bjosss

    ResponderExcluir
  18. Já tinha ouvido falar do livro, mas não sabia que era tão bom assim! Não sou muito habituado com o gênero, mas adoro histórias em que temos personagens bem construídos e que podemos observar o desenvolvimento :) Abraços, amei a resenha ^^

    ResponderExcluir
  19. Já ouvi falar deste livro, mas um romance de época é o genero que eu ainda não tive a oportunidade de ler!!! Primeiro quero dar os parabens pela sua resenha, a partir do momento que você falou que o livro não é erotico aí sim me interessei nele! Amei conhecer a estória!!! Já vai para a minha lista!!

    Nathália Bastos// Biblioteca Lecture

    ResponderExcluir
  20. Realmente essa capa e esse título dificilmente chamam a atenção de algum leitor, mas não devemos julgar um livro pela capa, não é mesmo?! Acho que já falei em alguma das suas resenhas que adoro romance de época, e apesar de a sinopse não ter chamado muito a minha atenção, adorei a sua resenha e decidi dá uma chance para ele, espero gostar dele tanto quanto você!
    beijos!

    ResponderExcluir
  21. Romance da época sempre são um dos melhores livros,gostei das suas impressões e curiosa com a ''louca de pedra''eu pensei quando ví o sobrenome relação com os livros da Julia Quinn Mas não,mas deve ser um maravilhoso livro como os livros dela

    ResponderExcluir
  22. Oi tudo bem?
    Um amigo leu esse livro e gostou bastante, me indicou até, mas ainda não li. Mas tenho curiosidade de ler e conferir a escrita de uma autora nacional trabalhando com romance de época, um gênero que amo e compro bastante. Adoro quando as mães se metem nas histórias. Menina me conta se eles ficam juntos ou não, não me tortura. Beijos.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário! Ele me deixa muito feliz!